O Massacre dos Canaanitas

vitoria-de-josue-sobre-os-amalequitas

“O SENHOR é misericordioso e compassivo;
longânimo e assaz benigno.
Não repreende perpetuamente,
nem conserva para sempre a sua ira.
Não nos trata segundo os nossos pecados,
nem nos retribui consoante as nossas iniqüidades.”
(Salmos 103:8-10)

A sombra da heresia de Marcião se faz presente quando o Antigo Testamento é nomeado. Fala-se com horror do “Deus do Antigo Testamento”. Com isso, quer-se dizer um que seja furioso, exigente e severo, em oposição ao amoroso e terno do Novo Testamento; um Deus distante e ritualista contra um Deus próximo e sentimental; um Deus que usa os seres humanos em oposição a um Deus que se doa aos seres humanos. Essa é uma das piores caricaturas da Sagrada Escritura. Continue lendo “O Massacre dos Canaanitas”

Lutero e Tomás de Aquino de mãos dadas?

lutero-e-tomas-de-aquino

“Porque, em Cristo Jesus, nem a circuncisão, nem a incircuncisão têm valor algum, mas a fé que atua pelo amor.” (Gálatas 5:6)

De todos os debates doutrinários que podem haver entre católicos romanos e protestantes, considero que o mais inútil é o debate sobre justificação. Não que a própria noção de justificação seja inútil, muito pelo contrário. Embora eu não considere, como muitos de tendências reformada, que a doutrina Justificação pela Graça seja o Evangelho — já que ela não se lhe dá proeminência nos Evangelhos —, ela é importante para a compreensão da salvação. Continue lendo “Lutero e Tomás de Aquino de mãos dadas?”

O Sinal da Cruz

bosch

“Bem-aventurado o homem que suporta, com perseverança, a provação; porque, depois de ter sido aprovado, receberá a coroa da vida, a qual o Senhor prometeu aos que o amam.” (Tiago 1:12)

A Escritura promete ao cristão aflição e sofrimento neste mundo. Os sofrimentos de Cristo não são o fim do sofrimento humano, mas sua fonte de sentido e sua cura. Jesus morreu não para que os filhos de Deus não precisem morrer, mas justamente para que possam morrer — e ressuscitar. Ele prometeu aos seus seguidores uma cruz, e nem uma pedra por travesseiro. A vida cristã é a aceitação do marca da cruz, que para os que se perdem é sinal de morte, e para os que são salvos, sinal de vida. Continue lendo “O Sinal da Cruz”

Um só Batismo

um-so-batismo

“Rogo-vos, pois, eu, o prisioneiro no Senhor, que andeis de modo digno da vocação a que fostes chamados, com toda a humildade e mansidão, com longanimidade, suportando-vos uns aos outros em amor, esforçando-vos diligentemente por preservar a unidade do Espírito no vínculo da paz; há somente um corpo e um Espírito, como também fostes chamados numa só esperança da vossa vocação; há um só Senhor, uma só fé, um só batismo; um só Deus e Pai de todos, o qual é sobre todos, age por meio de todos e está em todos.” (Efésios 4:1-6)

Um só Batismo. São três palavras (duas em grego) com um potencial incrível. Considerando Efésios como carta paulina, esse texto aponta para perspectiva interpretativa correta acerca dos diversos outros textos paulinos sobre o Batismo e os sacramentos. Continue lendo “Um só Batismo”