Carne e Sangue (soneto)

37265466a2a50f26b63e93eaa6d6550c[1]

Carne e Sangue

Sabedoria Excelsa e Absoluta,
que tudo ordena, tudo move e guia,
que governa a Celeste Sinfonia
e cuja Voz o Caos no Bem transmuta,

por se fazer da vida o Eterno Fruto,
como no fruto do Homem se morria,
e carregar do Homem o Eterno Luto,
da Mulher carne e sangue tomaria.

Padecendo o Degredo e a Escuridão,
fomos acorrentados como o Imundo,
sofrendo o Ódio e a Dor, o Medo e a Guerra,

mas será o fim de toda a escravidão:
nascerá o Novo Rei de todo o mundo,
e tudo será novo em toda a Terra.

Rev. Gyordano M. Brasilino

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s