Sobre “aceitar Jesus”

o-batismo-do-eunuco-rembrandt

“Ora, como recebestes Cristo Jesus, o Senhor, assim andai nele, nele radicados, e edificados, e confirmados na fé, tal como fostes instruídos, crescendo em ações de graças.” (Colossenses 2:6,7)

Eu confesso que sempre ouço a expressão “aceitar Jesus” com bastante estranhamento. Não que ela seja em si mesmo errada; suspeito que com ela se quer enfatizar a realidade de que Jesus é recebido, não algo que nós adquirimos por nós mesmos. Aceitamos aquilo que é oferecido, a “graça que se vos ofereceu na revelação de Jesus Cristo” (1Pe. 1:13). Diante dessa oferta graciosa, ou aceitamos (Jo. 3:33; 1Tm. 1:15) ou rejeitamos (Lc. 10:16; Jo. 12:48; At. 13:46). Essa expressão tem também a vantagem de lembrar que a fé cristã envolve não apenas a adesão a uma mensagem, mas em primeiro lugar o compromisso com uma pessoa: Jesus. Continue lendo “Sobre “aceitar Jesus””