Oito erros que teólogos cometem

copyist-monks-in-dur-u-1920[1]

  1. Doutrinarismo

O doutrinarismo reduz o cristianismo a um sistema de afirmações (“doutrinas”) corretas. A preocupação principal é saber se as pessoas acreditam nessas afirmações ou não. Os cristãos verdadeiros são os que acreditam nelas. Num caso mais extremo, a própria Escritura é reduzida a um sistema de proposições verdadeiras. É claro que a Escritura e (conseqüentemente) o cristianismo contêm proposições “verdadeiras” (na realidade, contêm juízos verdadeiros), mas nenhum dos dois se limita, de qualquer maneira, à dimensão doutrinal ou proposicional. A tendência do doutrinário, consciente ou não, é atribuir o primeiro lugar à Teologia Sistemática e interpretar a Escritura a partir dela. O doutrinarismo é um tipo de racionalismo da fé, em que tudo se rende ao sistema. Continue lendo “Oito erros que teólogos cometem”