Eucaristia e Pericorese na Tradição Joanina

triscel

“Não rogo somente por estes, mas também por aqueles que vierem a crer em mim, por intermédio da sua palavra; a fim de que todos sejam um; e como és tu, ó Pai, em mim e eu em ti, também sejam eles em nós; para que o mundo creia que tu me enviaste. Eu lhes tenho transmitido a glória que me tens dado, para que sejam um, como nós o somos; eu neles, e tu em mim, a fim de que sejam aperfeiçoados na unidade, para que o mundo conheça que tu me enviaste e os amaste, como também amaste a mim.” (João 17:20-23)

Na teologia trinitária, pericorese é a mútua imanência e habitação entre Pai, Filho e Espírito Santo, a co-inerência e co-atividade entre as subsistências divinas. A doutrina da pericorese repercute as reflexões patrísticas sobre as Escrituras da tradição joanina e, particularmente, sobre o Evangelho de João. É no Quarto Evangelho, especialmente nos Discursos de Despedida (14–17), que essa vida trinitária mais aparece. Quando Filipe pede para ver o Pai, Cristo lhe responde que eles já viam ao Pai no Filho: “Crede-me que estou no Pai, e o Pai em mim” (Jo. 14:11a). Continue lendo “Eucaristia e Pericorese na Tradição Joanina”