Solus Paulus: a Vida Eterna como Dom e como Fruto

maxresdefault

Em verdade, em verdade vos digo: quem crê em mim tem a vida eterna. João 6:47

Em um sentido, Cristo sozinho realiza a condição para nossa justificação e salvação. Em outro sentido, a fé é condição de nossa justificação, e, em outro sentido, outras qualificações e atos também são condições da salvação e justificação. Jonathan Edwards, Justification by Faith Alone

Os ensinos das Sagradas Escrituras resistem a simplificações. O próprio Deus é infinitamente imanente e infinitamente transcendente às criaturas, sendo igualmente aquele em quem “vivemos, e nos movemos, e existimos” e aquele que “habita na luz inacessível”. Para nós, essas realidades são paradoxais, misteriosas e desconcertantes. O Deus revelado não é desconhecido apenas, mas desconhecido de maneiras que sequer podemos imaginar. Por outro lado, como a criatura reflete o Ato Criador, por toda parte a névoa do Altíssimo se faz notar. Nada há do real que possamos compreender inteiramente. Continue lendo “Solus Paulus: a Vida Eterna como Dom e como Fruto”

A Cruz e o Tabu

Seeds-2

“Tornei-me tudo para com todos, para de alguma forma salvar alguns.”
(1 Coríntios 9:22b)

A parábola da casa edificada sobre a rocha (Mt. 7:24-27) está entre as mais conhecidas. É uma metáfora estendida: a verdadeira obediência à palavra de Jesus assemelha-se à casa edificada sobre a rocha, que resiste ao tempo mau, ao passo que a casa edificada sobre a areia não resiste. A firmeza depende do solo. É uma lição de fé e ao mesmo tempo uma lição de sabedoria. Continue lendo “A Cruz e o Tabu”